Header Ads

“Fígado explodiu”: Menino de 4 anos é espancado até a morte por madrasta, em CG

Diretor do IPC apontou ainda que, além de ser espancado, o menino sofreu violência física e psíquica

Sede do IPC (Instituto de Polícia Científica) em Campina Grande. Criança tinha apenas 4 anos de idade (Foto: renatodiniz.com

O laudo realizado pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) a fim de investigar a morte de um menino de 4 anos, no último sábado (19), mostrou a existência de várias lesões na criança e que a causa foi traumatismo craniano após espancamento. O caso foi registrado em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, após a vítima, das inicias S.L.B.S, ser levada pela madrasta ao Hospital de Emergência e Trauma na cidade.

De acordo com o diretor do IPC, Márcio Leandro, a suspeita de violência sexual foi descartada. Segundo ele, a criança foi espancada, teve grande fluxo de sangue e o fígado explodiu devido ao choque.

Ele afirmou ainda que a vítima apresentava lesões nos pés e no couro cabeludo, rupturas abdominais, como também, lesões cicatrizadas, em fases de cicatrização e outras recentes, indicando que a violência já acontecia há um tempo. Márcio apontou ainda que, além de ser espancado, o menino sofreu violência física e psíquica.

Do T5 com Polêmica Paraíba
Publicada por F@F em 21.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.