Header Ads

Servidor da Justiça Eleitoral é preso em Patos suspeito de vender lista de eleitores

O crime de corrupção passiva, do art. 317 do Código Penal, será apurado em inquérito conduzido pela Delegacia de Polícia Federal em Patos, sob sigilo

Delegacia da PF em Patos (Foto: Reprodução)
A Polícia Federal prendeu em flagrante um servidor da Justiça Estadual na Paraíba, designado para atuar a serviço da Justiça Eleitoral, suspeito de vender lista de eleitores no município de Passagem. A prisão aconteceu em Patos, no Sertão paraibano, nessa terça-feira (8).

O homem é investigado por cobrar quantias em dinheiro para fornecer a terceiros listas de eleitores do município de Passagem, na Paraíba.

O crime de corrupção passiva, do art. 317 do Código Penal, será apurado em inquérito conduzido pela Delegacia de Polícia Federal em Patos, sob sigilo.

Do G1 Paraíba
Publicada por F@F em 09.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.