Header Ads

Lewandowski, do STF, envia à PGR notícia-crime contra Bolsonaro

Ação apresentada pela deputada Natália Bonavides (PT) acusa o governo de se envolver na defesa de Flávio Bolsonaro. O presidente mobilizou GSI, Abin, Receita Federal e Serpro para encontrar provas que anularia o caso Queiroz

Bolsonaro e Lewandowski (Foto: ABR/STF)
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, enviou à Procuradoria-Geral da República uma notícia-crime contra o governo de Jair Bolsonaro por suposto envolvimento na defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho mais velho do presidente, informa o jornalista Guilherme Amado. A ação foi apresentada pela deputada Natália Bonavides (PT-RN). 

Em 25 de agosto, mobilizados pelo governo federal, órgãos da esfera federal atuaram a fim de encontrar elementos que sustentassem a anulação das investigações que envolvem transações financeiras entre Fabrício Queiroz, ex-assessor e operador financeiro da família, e Flávio Bolsonaro.

O GSI (Gabinete de Segurança Institucional), a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), a Receita Federal e a Serpro (empresa pública de tecnologia da informação) estiveram presentes, convocados pelo presidente, para encontrar alguma prova que apontasse irregularidade nos relatórios de movimentações atípicas produzidos pelo Coaf. 

O encontro, que acontece no Palácio do Planalto, teve a presença também de duas advogadas de Flávio, Luciana Pires e Juliana Bierrenbach, de acordo com reportagem da revista Época.

Do Brasil 247
Publicada por F@F em 11.11.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.