Header Ads

Câmara de Cabedelo aprova alta em salários de secretários e prefeito

“Não estamos aqui brincando. Estamos aqui corrigindo injustiças", disse a vereadora Graça Rezende sobre salários que saem de R$ 10 mil para R$ 12 mil

Câmara M. de Cabedelo (Foto: Portal Correio)
A Câmara Municipal de Cabedelo, na Grande João Pessoa, aprovou o Projeto de Lei 056/2020, que aumenta os salários do secretários municipais – passará de R$ 10 mil para R$ 12 mil -, a partir de janeiro de 2021, assim como 13º salário e férias para o prefeito reeleito, Vitor Hugo Castelliano (DEM), e o vice, Emerson Lucena. Uma das justificativas é que o último reajuste foi dado em 2013. As informações são da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda, em seu blog.

Em tom de indignação, o vereador Herlon Cabral, líder da bancada de oposição, classificou de “aberração” a votação do projeto que aumentou os salários. “Onde se aprova uma aumento a um servidor que já ganha R$ 10 mil e passa a ganhar R$ 12 mil, além disso dando o direito de 13º ao prefeito, vice-prefeito e o terço de férias. Um gasto de R$ 2 milhões em quatro anos”, disse, complementando que esses recursos deveriam ser revertidos à população.

A presidente da Câmara, vereadora Graça Rezende (DEM), defendeu a proposta, de autoria da Mesa Diretora. “Não estamos aqui brincando. Estamos aqui corrigindo injustiças. São 13 anos sem aumento. Secretário aqui não vive brincando”. Disse ainda que todo servidor recebe o abono. “O prefeito, o vice e os secretários são funcionários”.

Com 12 parlamentares (são 15, no total) presentes à sessão, realizada na noite de terça-feira (15), o projeto foi aprovado com 10 votos favoráveis e dois votos contrários, sendo de Hérlon Cabral e Erivaldo Piu Piu (PSB).

Reajustes em outras cidades

As Câmaras de João Pessoa e Patos também aprovaram aumentos salariais, como em Cabedelo. Em Patos, uma juíza barrou o reajuste. Na Capital, o Instituto Projeto Público (IPP) anunciou uma Ação Popular que visa a suspensão imediata e posterior revogação do aumento que os vereadores da Câmara Municipal de João Pessoa impuseram aos próprios salários.

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 17.12.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.