Header Ads

Filho de fundador das Casas Bahia é acusado de estupro

O Ministério Público de São Paulo solicitou que Saul entregue seu passaporte

Empresário Saul Klein (Foto: Reprodução/EPTV)
O empresário Saul Klein, filho do fundador das Casas Bahia, Samuel Klein, é acusado de aliciar e estuprar 14 mulheres em festas na sua casa em Alphaville (SP) em 2008. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

O Ministério Público de São Paulo solicitou que Saul entregue seu passaporte e proibiu ele de manter contato com as vítimas. As investigações são conduzidas pela Delegacia de Defesa da Mulher de Barueri. O empresário é um dos donos do time Ferroviária de Araraquara (SP) e foi candidato a vice-prefeito de São Caetano do Sul.

O advogado André Boiani e Azevedo , que defende o empresário, negou os crimes cometidos por seu cliente e disse que Saul  é um sugar daddy, termo referente a homens que têm fetiches em sustentar mulheres mais jovens em troca de sexo.

André ainda disse que o objetivo dos ataques é de chantagear seu cliente após Saul parar de adquirir o serviço da empresa responsável por apresentar as jovens.

Por Isto É
Publicada por F@F em 23.12.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.