Header Ads

Influencer brasileira é acusada de aliciar mulheres para tráfico sexual nos EUA

As acusações contra Suelyn Medeiros estão relacionadas a prisão do bilionário e empresário da moda canadense Peter Nygard

Brasileira Suelyn Medeiros (Reprodução)
A brasileira Suelyn Medeiros é acusada de participar de um grande esquema de tráfico sexual nos Estados Unidos, organizado pelo bilionário e empresário da moda Peter Nygard. As informações são do jornal canadense CBC.

CONFIRA! Influencer brasileira é acusada de aliciar mulheres para tráfico sexual nos EUA

De acordo com duas vítimas que denunciaram Nygard, a influencer brasileira, um agente de moda e uma agência de modelos recrutavam as mulheres para entrar no esquema. As acusações estão presentes em dois processos diferentes entregues às cortes americanas.

Segundo um dos processos, Suelyn convidou a vítima para ir a uma ilha nas Bahamas em 2010 — quando tinha apenas 18 anos –, onde ela foi estuprada pelo empresário. A mulher entrou com o processo em 22 de outubro e teve a identidade mantida em sigilo. Nos documentos oficiais recebeu o pseudônimo de Jane Doe.

A vítima, agora com 29 anos, revela nos documentos que ficou amiga de Suelyn pelo Instagram. Depois de algumas conversas, a influencer a convidou para a viagem e só quando ela chegou na ilha, a brasileira revelou a obrigatoriedade de manter relações sexuais com Nygard

“Não consigo respirar. Não consigo enfrentar o mundo por causa disso. Sinto que muita luz e felicidade foram tiradas de mim”, disse Jane em entrevista à CBC.

A ação judicial alega que “[Suelyn] Medeiros instruiu Jane Doe que ela deveria fazer sexo com Nygard contra a vontade dela, afirmando que ela não deveria se preocupar porque sexo com Nygard ‘não era tão ruim’ e seria ‘muito rápido e fácil'”.

Segundo o processo, a brasileira “viveu no complexo Marina Del Ray de Nygard por pelo menos cinco anos, recebeu dinheiro significativo, salário, joias, cirurgia plástica, injeções de células-tronco e carros em troca de vítimas de tráfico, incluindo Jane Doe, para Nygard.”

Os advogados de Suelyn ainda não apresentaram a defesa. Em nota para CBC News, eles disseram que “A sra. Medeiros nega veementemente essas alegações falsas e lascivas e espera que o tribunal rejeite essas reivindicações infundadas”.

Veja matéria completa AQUI

Do Metrópoles
Publicada por F@F em 16.12.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.