Header Ads

Justiça condena pai a 27 anos de prisão pelo estupro da filha recém-nascida

A criança morreu, e Cleyton Ramos França foi preso, em Santana do Araguaia, no sul do Pará

Crime aconteceu no Pará (Foto: Reprodução)
Nessa quinta-feira (4/12), a Justiça do Pará condenou a 27 anos de prisão um homem pelo crime de estupro cometido contra a própria filha, que na época tinha apenas 14 dias de vida. Segundo informações do G1, a criança morreu e Cleyton Ramos França foi preso.

O crime aconteceu no início do ano em Santana do Araguaia, no sul do Pará. O processo do caso informou que a criança foi levada ao hospital com dificuldade respiratória. Ela chegou a receber atendimento médico com técnicas de reanimação, mas não resistiu.

Ao realizar a limpeza do corpo após a morte da criança, a equipe notou uma anormalidade e percebeu que tratava-se de um caso de estupro. Na ocasião, em perícia realizada no celular de Cleyton, a polícia constatou a realização de busca de vídeo com conteúdo “sexo caseiro com novinhas”. Ele foi preso em flagrante na época.

A decisão do juiz Erichson Alves Pinto manteve a prisão de Cleyton e ele teve detração de pena, deixando-o com 26 anos, 1 mês e 10 dias de prisão (já descontado o tempo da prisão provisória ou preventiva).

Do G1 com Metrópoles
Publicada por F@F em 05.12.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.