Header Ads

'Fala de Bolsonaro é um ataque direto e gravíssimo ao TSE', diz Maia

Presidente da Câmara afirmou que os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique

Rodrigo Maia (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)
Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionar a veracidade do sistema eleitoral brasileiro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reagiu ao pronunciamento com repúdio. Para Maia, a fala foi um ataque direto e gravíssimo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e seus juízes.

Em uma publicação feita em sua página no Twitter, Maia afirmou que os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique. "Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump", disse ele. 

Durante conversa com seus aliados na manhã desta quinta-feira, no Palácio da Alvorada, Bolsonaro ameaçou que "se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos", disse.

Isso porque o presidente insiste em dizer que houve fraudes nas eleições brasileiras de 2018. "Eu tenho indício de fraude na minha eleição, era para ter ganho no primeiro turno", declarou. 

Durante visita aos Estados Unidos, em 9 de março do ano passado, Bolsonaro disse que entregaria provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas, mas nunca as apresentou.

As afirmações foram feitas, pois o presidente fez um paralelo com as eleições presidenciais nos EUA. Mesmo sem nenhuma prova, Bolsonaro voltou a defender que as eleições no ano passado foram fraudadas. 

Bolsonaro foi na contramão de todos os líderes mundiais e não repudiou o motim em Washington. "Eu acompanhei tudo hoje. Você sabe que sou ligado ao Trump. Então, você sabe qual a minha resposta aqui", disse, ainda na quarta-feira.

De O Dia
Publicada por F@F em 07.01.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.