Header Ads

Maia chama Bolsonaro de covarde: "Ele é responsável sim pelas 200 mil mortes"

As declarações do presidente da Câmara dos Deputados foram dadas através das redes sociais

Rodrigo Maia (Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados)
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), diz que chegou a hora de mostrar indignação contra a conduta do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Eduardo Pazuello (Saúde) na pandemia da Covid-19.

Ele expressou a insatisfação nas redes sociais neste sábado (9), chamando Bolsonaro de covarde e dizendo que o presidente é o culpado pelo país ter batido a marca de 200 mil pessoas mortas pela doença.

Ao Painel da Folha de São Paulo, Maia foi além.

Ele disse que "está na hora de todo mundo colocar de forma clara essa indignação".

"Não podemos mais aceitar um ministro que não entende de saúde e um presidente irresponsável que nega o vírus", afirmou.

"Todos estamos cansados disso, desse negacionismo e dessa irresponsabilidade. Está na hora de uma reação forte de todos nós, brasileiros, contra a irresponsabilidade do governo".

Nas redes sociais, os comentários de Maia geraram forte engajamento, inclusive de críticos que lhe cobraram a abertura dos processos de impeachment contra Bolsonaro.

Do Agenda do Poder
Publicada por F@F em 10.01.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.