Header Ads

VÍDEO: Pazuello diz que Doria iniciou vacinação contra Covid-19 “em desacordo com a lei”

Ministro reclamou sobre a atitude do governador de São Paulo, João Doria, que iniciou a vacinação minutos após a Anvisa autorizar o uso emergencial da Coronvac

Ministro Pazuello e João Doria (Foto: Reprodução)
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, criticou o governador de São Paulo, João Doria, por iniciar a vacinação contra a Covid-19, após a Anvisa autorizar o uso emergencial da Coronavac.

Em entrevista coletiva, Pazuello disse que Doria agiu contra a lei, porque, segundo o ministro, todo o estoque do Instituto Butantan foi adquirido pelo Ministério da Saúde, e que por lei, cabe à pasta coordenar o plano nacional de imunização.

“Está pactuado com os governadores que todas as doses recebidas, são seis milhões de doses, serão distribuídas de forma proporcional aos Estados e entregues simultaneamente. A partir daí, iniciaremos a vacinação de forma igualitária em todos os Estados. Qualquer movimento fora dessa linha está em desacordo com a lei”, afirmou.

Após divulgar teoria conspiratória sobre Covid-19, Fogaça dispara ataques contra críticos

O ministro disse também que Ministério da Saúde tem em mãos, neste instante, as vacinas tanto do Butantã quanto da AstraZeneca. “Nós poderíamos, num ato simbólico ou numa jogada de marketing, iniciar a primeira dose em uma pessoa. Mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso. Não faremos uma jogada de marketing”, afirmou.

O ministro Eduardo Pazuello disse também que o governo federal começa nesta segunda, às 7h, a distribuição de vacinas contra a Covid-19 para todos os estados. Ele também previu o início da campanha para quarta-feira, às 10h.

Clique AQUI e veja o vídeo

Do Brasil 247
Publicada por F@F em 17.01.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.