Header Ads

Médico mata amante de overdose durante sexo oral e é condenado

O homem já tinha injetado cocaína durante a relação em pelo menos outras três mulheres e chegou a ser comparado ao personagem Christian Grey

Andres foi condenador por crime (Foto: Reprodução)
Na Alemanha, um médico foi condenado a pagar uma indenização equivalente a R$200 mil, após matar sua amante, de 38 anos, de overdose durante sexo oral. Quem vai receber a quantia, será o viúvo e o filho da mulher. Andreas Niederbichler já havia sido condenado a nove anos de prisão, em 2019, por ter escondido da vítima, Yvonne M, que tinha colocado cocaína sobre o pênis antes do ato. Durante o Julgamento, ele garantiu que Yvonne sabia sobre a droga.

Segundo um amigo da vítima, "Yvonne queria deixar o marido pelo Dr. Niederbichler. Ele era como Christian Grey de Cinquenta Tons de Cinza para ela". Ela era uma ex-paciente do médico e teve um relacionamento de longa data.

Como relatou a reportagem do jornal norte-americano "Sun", depois de ter detalhes de sua vida sexual expostos em julgamento, Andreas foi, de fato, comparado ao personagem Christian Grey do filme "50 tons de Cinza". Após a morte de Yvonne, foi descoberto que o médico teria injetado cocaína em pelo menos outras três mulheres.

Do Meia Hora
Publicada por F@F em 17.03.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.