Header Ads

PMJP amplia programa de proteção social e destina R$ 1,3 milhão a 28 instituições

A ação ainda representa a ampliação do programa de proteção social já iniciado pela gestão

Prefeito Cícero Lucena (Foto: Sérgio Lucena/Secom-JP)
O prefeito Cícero Lucena formalizou, na manhã desta quarta-feira (17), o apoio da Prefeitura de João Pessoa a 28 instituições sociais da Capital voltadas ao cuidado com a criança e o adolescente. Elas vão receber, juntas, R$ 1,3 milhão com o objetivo de minimizar os efeitos econômicos gerados pela pandemia da Covid-19. A ação ainda representa a ampliação do programa de proteção social já iniciado pela gestão.

“Essa iniciativa foi colocada em prática no sentido de que parceiros de nossa cidade, organizações sociais, instituições, possam nos ajudar a identificar os problemas e trazer soluções. Se preocupar com a criança em estado de vulnerabilidade, impedir que esteja na rua e passe a ter acesso à educação, arte, cultura, é, além de resolver um problema no presente, também cuidar do futuro”, declarou o prefeito.

As 28 instituições beneficiadas assinaram o termo de participação ainda nesta manhã individualmente, de forma a evitar aglomerações. As organizações foram selecionadas após apresentar projetos em resposta a um edital lançado pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA). Elas prestam serviço nas áreas de educação, cultura, assistência e fortalecimento de vínculos na infância e adolescência.

Uma das entidades contempladas foi o Centro Educativo Santa Clara, que atende 80 crianças em Mangabeira IV, oferecendo oficinas lúdicas, dança, esporte e leitura. “Esse recurso é muito importante pra nós por estarmos em uma região vulnerável e esta parceria possibilita a continuidade de nossa missão, que é garantir direitos”, afirmou a coordenadora do local, Daniela Nunes.

“As instituições apresentaram projetos e foram selecionadas. Isso vai beneficiar muitas crianças e adolescentes. Cada entidade recebe em torno de R$ 50 mil e isso é muito importante para movimentar a economia e incentivar estes jovens”, explicou o secretário municipal dos Direitos Humanos e Cidadania, João Corujinha.

Os recursos utilizados no benefício são originários do fundo da Criança e do Adolescente, que recebe recursos da Prefeitura Municipal de João Pessoa e também de pessoas físicas e jurídicas. Só este ano a gestão Municipal já investiu R$ 934 mil.

Do Wscom com Assessoria
Publicada por F@F em 17.03.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.