Header Ads

Raniery solicita ao Governo da PB recursos para entidades que atendem pessoas com autismo

Deputado tem dedicado boa parte de seu mandato em benefício das pessoas com TEA (Transtorno Espectro Autista)

Deputado estadual Raniery Paulino (Foto: Divulgação)
"Esse crescente aumento de crianças sendo diagnosticadas com TEA (Transtorno Espectro Autista) nos remete a inadiável discussão sobre o alto custo do tratamento e a manutenção de indivíduos no Brasil e especialmente na Paraíba".

O alerta e do deputado estadual Raniery Paulino, ao apresentar ao governador da Paraíba o pedido de recursos financeiros para entidades que atendem indivíduos com TEA (muitas delas sobrevivendo de doações e filantropia).

De acordo com os dados do Instituto Branda Pinheiro – IBP, através do projeto AMA – Amigos do Autista, entidade com sede em Campina Grande-PB, indicam que uma criança autista custa, em média, de R$ 5 mil a R$ 6 mil a mais, em relação a uma criança típica, considerando os gastos de sua família com educação e saúde.

O parlamentar reafirmou o seu compromisso com os Autistas e apresentou o pleito a fim de que o Governo do Estado, por meio de entidades conveniadas ou parcerias com a iniciativa privada, ofereça tratamento multiprofissional às pessoas com TEA.

“É indiscutível que a pessoa com TEA necessita de um tratamento adequado, para garantir o seu desenvolvimento cognitivo, social e profissional, através de múltiplas atividades, bem como de todas as terapias sugeridas pelos estudos científicos acerca do tratamento. Apesar disso, o atendimento integrado oferecido pelo Poder Público é frágil e praticamente inexistente em muitos municípios paraibanos", disse Raniery Paulino. 

Da Assessoria com Fato a Fato
Publicada em 23.03.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.