Header Ads

Feminicídio: mulher é morta a pedradas e suspeito é o ex-companheiro

O corpo foi encontrado pela filha, que acionou a PMDF. Criminoso é ex-companheiro da vítima, declarou delegado da PCDF

Vítima foi morta dentro de funerária (Foto: Reprodução)
Brasília (DF) - A empresária Karla Pucci foi morta a pedradas neste sábado (22/5) no prédio da funerária de propriedade dela, na Quadra 9 do Paranoá. A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o caso como feminicídio, causado pelo então companheiro da vítima, Valdemar Medeiros Sobreira, de 46 anos.

CONFIRA! Feminicídio: mulher é morta a pedradas no Paranoá, no DF

“Os dois namoraram por cerca de seis meses, e a mulher foi assassinada por volta das 18h deste sábado”, declarou o delegado-chefe da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Ricardo Viana. Eles moravam juntos no condomínio Sobradinho dos Melos, no Itapoã, região próxima ao Paranoá.

Segundo o delegado, não havia nenhuma ocorrência de agressão registrada envolvendo o casal. “Nenhum histórico de brigas”, disse.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi chamada na tarde deste domingo (23/5) depois que um filho da vítima a encontrou morta.

Do Metrópoles
Publicada por F@F em 25.05.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.