Header Ads

Bolsonaro ataca o STF outra vez, acusa de “fake news” e diz que tem provas contra a Corte

O presidente convocou a imprensa nesta quinta-feira (29) para apresentar as supostas provas

Brasília - DF, 16/09/2020) Durante a posse do ministro da saude o presidente Jair Bolsonaro mostra uma caixa do remedio Hidrocloroquina (Foto: Carolina Antunes/PR)
João Pessoa (PB) - Em conversa com apoiadores nesta quinta-feira (29) em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro voltou a atacar o Supremo Tribunal Federal (STF). Em meio à queda de popularidade, Bolsonaro rebateu uma nota publicada pelo tribunal em suas redes sociais que desmentia a tese defendida por ele de que a Corte teria tirado poderes do presidente sobre as medidas de restrição de mobilidade durante a epidemia de Covid-19. Segundo ele, o STF divulgou uma “fake news”.

CONFIRA: Bolsonaro ataca o STF mais uma vez, acusa de “fake news” e diz que tem provas contra a Corte

“Vou rebater logo mais a nota do Supremo Tribunal Federal de ontem dizendo que não tirou poderes meus. Isso é fake news. Uma decisão que acho que é de março ou de abril, o Supremo decidiu que as medidas restritivas impostas por governadores e prefeitos não poderiam ser modificadas por mim”,  disse Bolsonaro (assista ao vídeo ao final da reportagem).

Bolsonaro afirmou que não vai “peitar o STF”. “Eu tenho uma nota, mas não vou peitar o STF. Até mesmo porque estou por cima”.

Na nota o STF diz que decidiu que União, Estados e Prefeituras deveriam trabalhar juntos para garantir a proteção da população.

Bolsonaro classificou como “crime” a decisão do STF que determinou que as ações contra a pandemia deveriam ser tomadas em conjunto entre a União, governadores e prefeitos.

Nos últimos meses, Bolsonaro tem intensificado seus ataques ao Poder Judiciário. Nas últimas semanas, ele voltou a atacar a Justiça Eleitoral dizendo, sem apresentar provas, que o sistema eleitoral eletrônico do país seria passível de fraudes.

Bolsonaro convocou a imprensa nesta quinta-feira (29) para apresentar supostas provas, durante sua tradicional live, mas exigiu que as emissoras interessadas transmitam ao vivo toda a sua fala e disse ainda que não abrirá espaço para perguntas dos jornalistas.

Do Wscom com Brasil 247
Publicada por F@F em 29.07.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.