Header Ads

VÍDEO: DJ Ivis muda de postura, chora e pede perdão à esposa agredida

No início da carreira como compositor, oferecia suas músicas para cantores famosos por meio do Twitter

Brasília (DF) - O músico paraibano Iverson de Souza Araújo, 29 anos, o DJ Ivis, mudou radicalmente seu discurso em relação aos conflitos com a ex-esposa, a arquiteta e digital influencer Pâmella Holanda. Preso na última quarta-feira (14) e investigado por lesão corporal após agredir a mulher, pouco antes da detenção ele gravou um vídeo em que pediu desculpas por ter cometido a violência. O advogado dele compartilhou a gravação feita pelo artista 20 minutos antes de ser preso. Nas imagens, ele chora e pede desculpas para Pamella, que publicou vídeos das agressões sofridas nas redes sociais.

No domingo, quando as gravações foram divulgadas, Ivis tentou desqualificar a mulher, afirmando que era agredido por ela e que Pâmella o chantagearia ameaçando cometer suicídio.

“Estou errado mesmo. Peço perdão a cada um de vocês. Nada vai mudar o que eu fiz. Tentei ser perfeito e não consegui. Não quero mudar o que eu fiz, mas quero mostrar que também sou humano”, diz na nova gravação o paraibano de Santa Rita que fez grande sucesso como um dos principais nomes da pisadinha, ritmo que se popularizou no país durante a pandemia. Ele começou a carreira musical ainda na adolescência, tocando swingueira, como é chamado o pagodão baiano, no Nordeste.

No início da carreira como compositor, oferecia suas músicas para cantores famosos por meio do Twitter. Seu primeiro trabalho solo foi lançado em 2015: Seresta de Luxo. O projeto foi sucesso em Alagoas e rendeu a Ivis amizade com grandes nomes da música, como Xand Avião.

Depois das agressões contra a ex-esposa se tornarem públicas, Xand demitiu Ivis, que também foi dispensado da gravadora Sony Music e teve suas músicas retiradas de plataformas de streaming como Deezer e Spotify.

Assista ao vídeo/Crédito: Canal da Aline M.

Do Metrópoles
Publicada por F@F em 18.07.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.