Header Ads

Lupi descarta aliança do PDT com João Azevêdo em 2022

A vice-governadora Lígia Feliciano ainda não se pronunciou sobre o assunto

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Apesar de fazer parte do Governo João Azevêdo, ocupando a vice, o PDT da vice-governadora Lígia Feliciano ao que tudo indica já bateu o martelo e optou por um voo solo nas eleições de 2022, quiçá com uma candidatura própria ao Governo da Paraíba. Foi o próprio presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, em entrevista a uma emissora de rádio local, nesta quinta-feira (22), que avisou que o partido não irá seguir o mesmo caminho que o governador João Azevêdo (Cidadania) na disputa pela reeleição.

Apesar de ressaltar uma boa relação com João, Luppi acrescenta que em 2022 seu partido será adversário do gestor.

“Nós temos uma boa relação, ele foi secretário de estado anteriormente do Ricardo Coutinho, que é nosso amigo também, é um homem que tem uma experiência de gestão, mas ele segue o caminho dele e nós vamos seguir o nosso. Isso não nos torna inimigo, isso nos torna adversário. Eu quero que ele busque cada vez mais fazer um bom governo para o estado da Paraíba, mas acho que a melhor opção para Paraíba nesse momento é ter uma mulher preparada, corajosa, ousada, que precisa ter oportunidade de ser candidata ao Governo do Estado da Paraíba”, avisou.

Mesmo com a declaração, a vice-governadora Lígia, até agora, não se pronunciou sobre a movimentação, tampouco tem sido vista articulando junto aos partidos para avançar com o projeto de disputar a cabeça de chapa no próximo pleito estadual.

Do PB Agora
Publicada por F@F em 24.09.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.