Header Ads

Oposição rompe com Romero e Nilvan já admite ser candidato ao Governo da PB

O presidente do Patriota estadual, Wallber Virgolino, disse que Romero não tem mais condições de ser candidato 

Oposição deve romper com Romero (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Os rumores de uma suposta aliança entre o governador João Azevêdo (Cidadania) e o pré-candidato ao Governo do Estado, Romero Rodrigues (PSD), sepultaram qualquer chance dos bolsonaristas da Paraíba apoiarem a candidatura do ex-prefeito de Campina Grande.

O presidente do PTB da Paraíba, Nilvan Ferreira, ao comentar sobre o rompimento, admitiu, inclusive, ser candidato ele próprio ao Governo, sempre reiterando que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não ficará “sem palanque” aqui.

“O projeto é federal, mas não descarto não. O partido definirá sua posição em relação a disputa ao governo e ao senado […] Mas o presidente terá palanque”, disse à coluna.

Ontem, o presidente do Patriota estadual, Wallber Virgolino, disse que Romero não tem mais condições de ser candidato por uma suposta demorar em colocar o bloco na rua. Pedro Cunha Lima, presidente do PSDB/PB, por sua vez, manteve a aliança, mas rechaçou a tese de uma aliança com João e cobrou mais energia do ex-prefeito campinense.

Por Feliphe Rojas/PB Agora
Publicada por F@F em 24.09.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.