Header Ads

Adolescente diz estar grávida de pastor preso por jogar recém-nascido em bueiro

Ela vivia em situação de vulnerabilidade social e frequentava o templo religioso mantido pelo pastor, segundo a Polícia Civil

Pastor está preso (Foto: Reprodução/Instagram)
Fortaleza (CE) - Uma adolescente de 16 anos afirma estar grávida de oito meses do pastor que mantinha um relacionamento extraconjugal com uma mulher que matou o próprio filho após tomar um abortivo em Caucaia, na Grande Fortaleza. A adolescente foi localizada pela Polícia Civil nesta terça-feira (9). Ela também vivia em situação de vulnerabilidade social e frequentava o templo religioso mantido pelo pastor.

CONFIRA: Adolescente diz estar grávida de pastor preso por jogar recém-nascido em bueiro no Ceará

Adolescente de 16 anos afirma estar grávida de pastor preso por ocultação de cadáver

Antônio José Cardoso Cunha, 36 anos, é casado e mantinha um relacionamento com Jamile Rolim da Silva, de 20 anos. No sábado (6), Jamile tomou um abortivo e teve um bebê de oito meses em casa, pesando pouco mais de 3 quilos. O recém-nascido recebeu golpes de garfo no pescoço, foi sufocado e teve o corpo escondido, por um dia, em um móvel da residência. No dia seguinte do crime, o pastor jogou o corpo do bebê em um bueiro no Bairro Marechal Rondon.

Ainda segundo a Polícia Civil, Antônio José morava no primeiro andar de um imóvel com a mulher com quem ele é casado, e no térreo, mantinha uma igreja. Moradores da região invadiram e saquearam a igreja e casa dele após a revelação do caso. (Assista ao vídeo acima.)

Nos fundos da residência, o suspeito possuía cômodos em que ele abrigava pessoas em situação de vulnerabilidade social. Jamile foi uma das pessoas acolhidas pelo pastor e passou, posteriormente, a manter um relacionamento com ele.

Jamile engravidou e, ainda conforme a polícia, para que a mulher do pastor não soubesse do caso extraconjugal, o líder religioso sugeriu o aborto da criança.

Prisão

O pastor e a mulher que tirou a vida do próprio filho foram presos nesta segunda-feira (8). As investigações começaram após a Polícia Civil ser acionada com a informação de que uma mulher deu entrada em um hospital com sinais de aborto. Com as investigações em andamento, a polícia conseguiu chegar aos nomes dos suspeitos.

Antônio José e Jamile Rolim foram autuados em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver.

Pastor teve casa saqueada

Moradores saquearam o local onde fica a casa do pastor e a igreja, além de atearem fogo ao veículo dele na segunda-feira (8) após saberem da morte do recém-nascido.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver os moradores retirando cadeiras, caixas de som e outros móveis da casa do pastor. Um veículo modelo kombi que pertence a ele foi incendiado. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e debelou as chamas, porém, o veículo ficou destruído.

Do g1 Ceará
Publicada por F@F em 10.11.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.