Header Ads

Jeová revela não ter dificuldade nenhuma em voltar a apoiar governador

Deputado apoia a pré-candidatura de Veneziano ao Governo do Estado

Jeová Campos e João Azevêdo (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Após anunciar que será o coordenador de campanha do ex-presidente Lula à presidência e da pré-candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PT) ao Senado Federal, o deputado estadual Jeová Campos (PT) também admitiu que não teria dificuldade alguma em apoiar a reeleição do governador João Azevêdo (PSB) nas eleições de 2022. O petista ressaltou que só está apoiando o nome de Veneziano porque essa foi uma orientação que ele recebeu da executiva nacional.

“A orientação que eu tenho hoje é de fazer a campanha de Veneziano governador. Foi esse o comando que recebi e estou cumprindo. Se tivesse recebido uma orientação do partido para fazer a campanha de João Azevêdo eu também faria. Se ilude quem pensa que eu tenho grande problemas com João, nem tenho nem terei”, disse.

Apesar da declaração, Jeová revelou a existência de mágoa com o governador João por conta da distribuição dos cargos regionais na cidade de Cajazeiras, o qual foi desprestigiado.

“Quem criou problema comigo foi João porque quis, porque achou que eu não era importante quando em Cajazeiras eu fui excluído de todos os cargos de comando político regionais, mas mesmo assim, se fosse uma orientação nacional para que eu votasse em João, em votaria”, disse.

E continuou: “Eu não teria nenhuma dificuldade de votar em João, eu apenas teria que dizer a ele as dores que ele me impôs e que não me fez bem, me fez mal. Isso eu teria que dizer”.

Do PB Agora
Publicada por F@F em 08.03.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.