Header Ads

Na PB: parlamentar do PP diz que Lúcifer é “presidente espiritual” do PT e do PCdoB

Em nota, os diretórios de Campina Grande das legendas repudiaram as falas do vereador

Fala é do vereador Pr. Luciano Brejo (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Os partidos PT e PCdoB foram alvos de críticas de cunho religioso por vereadores governistas da Câmara Municipal de Campina Grande, na sessão da última terça-feira (8).

As falas mais pesadas contra as legendas vieram do vereador Pastor Luciano Breno, que é filiado ao Progressistas.

“Na verdade, o presidente espiritual do PT e do PCdoB é Lúcifer. O enxofre é só um elemento daquilo que carrega a ideologia de uma instituição, se é que assim podemos insultar [sic], diabólica, que defende tudo aquilo que a sociedade, em sua maioria, é contrária, que é o aborto, a ideologia de gênero, o poliamor e tantos outros polis que existem e é defendido por esses partidos”, disparou.

Confira o vídeo

Em nota, os diretórios de Campina Grande das legendas repudiaram as falas do vereador.

Confira:

Nota conjunta do PCdoB e do PT por respeito à democracia e às instituições partidárias

No ano do centenário do Líder Político, Comunista e Patrono da Câmara de Vereadores de Campina Grande, Félix Araújo, em um ato agressivo à própria democracia, a maioria dos/as vereadores/as decidiu contra um simples voto de aplauso a dois partidos que participam ativamente da vida política e institucional do País. Não era preciso concordar com a ideologia e bandeiras destes partidos, só agir como democratas que acreditam que a liberdade requer a plena pluralidade e convivência pacífica entre os contrários, no entanto, alguns parlamentares, neste ato de reprovar dois votos de aplausos da vereadora Jô Oliveira, legitimamente eleita, e utilizam argumentos preconceituosos, censuraram, desrespeitaram o direito constitucional da pluralidade partidária e de organização. A esquerda em Campina Grande sai desse episódio mais viva e seguirá a vitórias maiores na cidade de Campina Grande para o desespero de alguns.

Neste contexto, repudiamos veementemente o ocorrido hoje (8/3) na Câmara Municipal de Campina Grande, dia em que o plenário da Casa de Félix Araújo, composto majoritariamente por representantes do conservadorismo mais retrógrado não apenas negou um voto de aplauso ao Partido Comunista do Brasil pelos 100 anos de existência e aos 42 anos do Partido dos Trabalhadores, mas serviu como cenário para manifestações desrespeitosas, difamatórias e até caluniosas por alguns parlamentares.

Inacreditável como é preciso registrar que vivemos sob o manto de um regime democrático, onde Partidos como o PCdoB e o PT representam legalmente parte do eleitorado brasileiro, que não estamos mais no período da ditadura, de perseguição a legendas partidárias e a pessoas, de modo que não podemos permitir que espaços de representatividade, sobretudo o mais alto nível de representatividade do povo de Campina Grande seja palco de desconstrução dos valores democráticos.

O PCdoB e o PT têm compromissos históricos com o povo brasileiro, as políticas públicas e o Estado Democrático de Direito, são partidos compostos por homens e mulheres, brasileiros e brasileiras, campinenses com elevado grau de dedicação e comprometimento com essas agendas e que merecem o devido respeito.

Não vamos permitir que a individualidade preconceituosa e desordeira contamine a casa do povo, espaço representativo da população de Campina Grande. A Câmara de Vereadores de Campina Grande não pode render-se ao reacionarismo abjeto, a quebra de uma tradição democrática de décadas e apequenar-se como instituição e são atitudes e ações como estas que revelam um processo de esgarçamento e corrosão das relações e instituições democráticas no país, que precisam ser urgentemente reconstruídas, com a força do povo em luta.

Não passarão!

Glauce Jácome – Presidenta Municipal do PCdoB
Hermano Nepomuceno – Presidente Municipal do PT

Do PB Agora
Publicada por F@F em 11.03.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.