Header Ads

Patrulha Maria da Penha vai atuar em Cuitegi; prefeito reuniu-se com coordenadores

A Patrulha é um programa integrado, desenvolvido por meio de convênio firmado entre o Judiciário estadual paraibano e o Governo do Estado

Prefeito Geraldo Serafim reuniu-se com os coordenadores da Patrulha Integrada Maria da Penha que atuará em Cuitegi (Foto: Ascom/PMC)
Cuitegi (PB) - O prefeito Geraldo Serafim se reuniu, na manhã desta sexta-feira, 4, com a Coordenação do Programa Integrado Patrulha Maria da Penha estadual e definiu termos de parceria e cooperação para a viabilização de ações de proteção às mulheres vítimas de algum tipo de violência na cidade de Cuitegi.

A reunião foi realizada no gabinete do prefeito e contou com a participação de Mônica Brandão (coordenadora estadual do Programa Integrado Patrulha Maria da Penha), a Capitã PM Gabriela Jácome (comandante da Patrulha), as secretárias Lidiane Costa (Políticas Públicas da Mulher), Delma Amorim (Ação Social) e Márcia Eduarda (Agricultura).

Durante a reunião, o prefeito Geraldo Serafim garantiu que a administração municipal oferecerá apoio para a Patrulha Maria da Penha realizar o trabalho de monitoramento, prevenção e punição contra quem praticar algum ato de violência contra a mulher cuitegiense.

O programa - A Patrulha Maria da Penha monitora a segurança das mulheres que estão sob medidas protetivas ou que entraram com o pedido de proteção, realizando a triagem, o atendimento inicial, visitas periódicas e rotas de monitoramento dentro de um perímetro arbitrado pela Justiça.

A Patrulha é um programa integrado, desenvolvido por meio de convênio firmado entre o Judiciário estadual paraibano e o Governo do Estado em 2019, que viabiliza um maior monitoramento por parte das polícias (Militar e Civil) às mulheres que solicitam ou estão sob medida protetiva.

Da Ascom/PMC com Fato a Fato
Publicada em 05.03.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.