Header Ads

Prefeito de João Pessoa lança Festival de Verão Cidades Criativas

Estiveram presentes os vereadores Guga, Marcos Bandeira e Odon Bezerra, além do gerente de Políticas Públicas do Sebrae-PB, Luciano Holanda, e da coordenadora do Programa de Artesanato Paraibano, Marielza Rodriguez

Prefeito Cícero Lucena lança festival (Foto: Sérgio Lucena)
João Pessoa (PB) - De 15 a 19 de março, João Pessoa vai respirar cultura e arte. Isso será possível por meio do Festival de Verão Cidades Criativas, que vai reunir na Capital representantes dos 12 municípios participantes do programa da Unesco no Brasil ao mesmo tempo em que espalha pelos bairros uma vasta programação cultural. O evento foi lançado na manhã desta segunda-feira (7) pelo prefeito Cícero Lucena e pelo vice-prefeito Leo Bezerra.

“Estaremos sediando esse encontro e é um trabalho que nos traz alegria, pois sinaliza uma volta a normalidade de nossas vidas. Da mesma forma daremos a oportunidade de apresentação para os nossos artistas em diversas áreas e receber artistas nacionais e internacionais para que isso seja uma atração para o público e também oportunidade de intercâmbio entre estes artistas. Queremos apoiar e desenvolver estes talentos”, afirmou o prefeito, que esteve acompanhado da primeira-dama, Lauremília Lucena.

João Pessoa possui o selo Unesco de Cidade Criativa no Artesanato e Cultura Popular. Outras 11 cidades brasileiras contam com o selo em diferentes áreas de enfoque. De acordo com o diretor presidente da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Marcus Alves, o Festival renova e reforça este selo e a importância da cidade neste cenário.

“A cultura e a arte além de entreter trazrem o elemento econômico e de desenvolvimento. Este festival pretende revelar talentos, estimular a criatividade, divulgar a cidade e promover a cooperação e o intercâmbio entre as cidades criativas”, destacou o diretor.

A programação completa, que será divulgada em breve pela Prefeitura, vai contar com apresentações nas áreas de música, teatro, dança, festejos populares, literatura, cinema e artes visuais. As performances deverão acontecer no Centro Histórico, Lagoa, Praia e no Centro Cultural de Mangabeira.

Outras atividades serão as oficinas, seminários e intervenções urbanas. Entre os cursos já divulgados estão o de artes circenses, em picadeiros que serão montados em bairros para atender 500 crianças da Rede Municipal, e o de produção de games, que vai atender 400 meninos e meninas.

O secretário executivo do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, João Bosco Ferraz, afirmou que o festival rejuvenesce e remodela este selo. “Vamos mostrar para o Brasil a importância que damos às áreas de enfoque e talvez ser criativa em outras áreas”, afirmou.

O lançamento do Festival já trouxe uma pequena amostra do que está por vir, com a apresentação da cantora Grazi Vilanueva e de Igor Wendel nos teclados. O circo também foi destaque com a participação das companhias Montagem, do projeto Educa, e Disney.

Estiveram presentes os vereadores Guga, Marcos Bandeira e Odon Bezerra, além do gerente de Políticas Públicas do Sebrae-PB, Luciano Holanda, e da coordenadora do Programa de Artesanato Paraibano, Marielza Rodriguez.

Da Secom-JP
Publicada por F@F em 07.03.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.