Header Ads

ASSISTA! João Azevêdo diz porque tirou recesso em pré-campanha

Após se licenciar do cargo, João adotou um tom de serenidade em relação às movimentações políticas

Governador João Azevêdo (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - O governador João Azevêdo (PSB) vai passar dez dias fora da chefia do executivo estadual. Ele transmitiu o cargo na tarde desta terça-feira (12) para o presidente do Tribunal de Justiça, Saulo Benevides, que assumiu o comando interino do estado. Mas por que o governador vai se afastar do cargo, tirar recesso enquanto seus principais adversários estão com a pré-campanha nas ruas?

“A ansiedade tá muito mais na cabeça de alguns do que na sociedade. A sociedade espera por resultados. É isso que estamos buscando. Eu tenho uma agenda administrativa muito forte. Quero permanecer com essa agenda forte. Não é a pauta política o foco do paraibano. A classe política tem que entender isso. No momento certo estaremos discutindo e mostrando à sociedade a pauta que fazemos internamente. Tem uma grande parcela da população que sequer está pensando em eleições”, completou.

Após se licenciar do cargo, João adotou um tom de serenidade em relação às movimentações políticas. Apesar disso, o socialista garantiu que no seu período de afastamento vai continuar dialogando – via celular – para construção da chapa majoritária.

“Existe uma coisa chamada celular, que não desliga. Vamos manter sempre contatos políticos necessários para que logo após o retorno a gente possa dar continuidade na montagem das discussões em direção à montagem da chapa majoritária”, afirmou o governador eleito, em entrevista à Rede Mais.

João Azevêdo ainda destacou que, mesmo diante das intensas movimentações oposicionistas, seguirá com foco na gestão e que vai esperar o tempo certo para apresentar uma chapa.

Confira a entrevista completa do governador ao Programa Hora H, da Rede Mais Rádio: 

Do MaisPB
Publicada por F@F em 13.04.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.