Header Ads

Heron defende turismo, energia limpa e agricultura para gerar emprego no Sertão

Heron defende que Sousa, como pólo regional, tem um grande papel no crescimento dos municípios que estão na região

Jornalista Heron Cid (Foto: Reprodução/MaisPB)
João Pessoa (PB) - O pré-candidato a deputado federal Heron Cid (PSB) defendeu, nesta quarta-feira (6), a criação de um Fórum para discutir crescimento e desenvolvimento dos municípios da região de Sousa, no Sertão paraibano. Segundo o comunicador, a chegada das águas do Rio São Francisco exige a elaboração de políticas públicas capazes de impulsionar os arranjos produtivos locais, potencializando outras ações que já existam na região, a exemplo daquelas voltadas ao turismo, à produção agrícola e ainda na produção de energia limpa.

Para o pré-candidato, é preciso garantir a elaboração de projetos de irrigação, fundamentais para a captação, a condução e a distribuição da água para a cultura de forma eficiente. “Precisamos discutir temas como esse, de crescimento da região. E falo de todos os municípios que ficam próximos a Sousa. Temos coisas importantes para fazer aqui como transformar o espaço das pegadas dos dinossauros em um grande parque, conhecido nacionalmente. Um espaço que possa atrair turistas e que fortaleça a economia local”, comentou.

Outro ponto destacado por Heron para o fortalecimento da economia da região é potencializar as belezas e a riqueza turística do por do sol no açude de São Gonçalo. “O turismo é uma excelente fonte de renda para os municípios e estados. É, ainda, um importante fator para o desenvolvimento das cidades por conta da qualidade de vida que proporciona para a população local”, destacou.

Heron defende que Sousa, como pólo regional, tem um grande papel no crescimento dos municípios que estão na região. “Sousa é um pólo, uma referência para os municípios próximos, mas temos que trabalhar com um olhar mais amplo, voltado para o crescimento dos municípios que estão próximos. Por isso, precisamos garantir investimentos e um olhar mais atento aos arranjos produtivos locais e as vocações de cada uma dessas cidades”, frisou.

Do MaisPB
Publicada por F@F em 07.07.2022

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.