Header Ads

OPINIÃO! "Campina Grande, uma cidade sitiada pela insegurança", escreve Jorge Lucena

Campina Grande, uma cidade sitiada pela falta de segurança

Professor Jorge Lucena (Foto: Fato@Fato)
No último dia 16/08 os telejornais amanheceram mais uma vez, recheados de más notícias e de uma gama de problemas, referentes à terrível falta de segurança por que está passando nossa campina grande, ações e situações que normalmente não deveriam ser tratadas como normais, hoje infelizmente por incompetência e falta de ações dos poderes públicos, começam a tratar a covardia e as ações dos criminosos em nossa sociedade como normais e corriqueiras.

O excessivo aumento, no número de assaltos e assassinatos caminham na contramão das estatísticas apresentadas pelo governo estadual, trata-se da realidade contradizendo totalmente com a hipocrisia dos governos, que infelizmente não esboçam a menor preocupação com a população que a cada dia que passa, está sendo caçada, ceifada e humilhada diante de marginais fortemente armados, sem temer nenhum tipo de lei ou qualquer punição que possam sofrer caso sejam pegos. Os mistos de desprezo com a população e impunidade crescente tornam a nossa campina grande, uma cidade sitiada diante do medo e do pavor da população honesta e trabalhadora.

Arrombamentos a lojas no centro e nas periferias, na calada da noite, além dos vários assaltos a residências e outros estabelecimentos comerciais, são apenas alguns dos crescentes problemas que a cidade sofre. Já se foi o dia em que o cidadão campinense podia ir a uma panificadora ou supermercado, fazer suas compras e voltava em paz e tranquilo, hoje o medo e a insegurança dão lugar ao nervosismo e a intranquilidade ao sair de casa, pois mesmo com a atuação da polícia, a falta de um planejamento sério e de um investimento maior na segurança pública, são elementos que complementam a impunidade e deixam os marginais tranquilos para aterrorizarem e deixarem reféns toda a população de uma cidade.

A realidade é clara e precisa diante daqueles, que vivenciam e sentem na pele os problemas e as covardes ações que insistem em acontecer, por falta de atitudes de quem oficialmente deveria representar o povo. Teorias e estatísticas jamais poderão mudar a realidade, cálculos e teoremas matemáticos podem ser manipulados, jamais diante da ausência de ações a realidade poderá ser manipulada ou modificada. O povo pode e dever exigir de seus representantes as devidas ações no sentido de modificar, minimizando esse terrível problema que a cada dia que passa cerca, rouba, mutila e mata a população campinense.

Por Jorge Lucena dos Santos (professor, colunista de Fato@Fato)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.