Header Ads

Deputado cobra afastamento do governador da PB, suspeito de obter informações privilegiadas

Cabo Gilberto informou ainda que assim que retomadas as sessões deliberativas da Assembleia Legislativa, levará para Casa o debate em torno da necessidade de afastamento do chefe do executivo estadual

Cabo Gilberto quer afastamento de Azevêdo (Foto: Da Net)
O governo João Azevedo “passou recibo” ao exonerar dois secretários investigados na Operação Calvário “coincidentemente” na manhã em que o Gaeco realizava a 4a fase da operação”, postou o deputado estadual Cabo Gilberto Silva.

“Cobramos a demissão de Gilberto Carneiro, Livânia Farias e Waldson de Souza há meses, mas o governador “coincidentemente” só os exonerou no Diário Oficial da terça-feira, 30, editado na segunda-feira, 29. Ou seja, um dia antes da 4a fase da Operação Calvário o governo já tinha as informações sobre os mandados de busca e apreensão”, afirmou o parlamentar. “O governador João Azevedo precisa urgentemente ser afastado do cargo”, completou.

Procurado pelo RádioBlog, o deputado Cabo Gilberto Silva se mostrou preocupado com a possibilidade de o governador João Azevedo (PSB) estar utilizando o cargo para obter informações privilegiadas e obstruir o trabalho da Justiça. “Não tem mais condições de continuar como governador”, disse. “É muito grave o que está acontecendo na Paraíba e ainda há a suspeita de que o governador está sendo manipulado pelo antecessor, Ricardo Coutinho. A Paraíba não merece passar por isso”, refletiu o deputado Cabo Gilberto Silva.

Cabo Gilberto informou ainda que assim que retomadas as sessões deliberativas da Assembleia Legislativa, levará para Casa o debate em torno da necessidade de afastamento do chefe do executivo estadual.

Do Paraíba Rádio Blog
Publicada por F@F 02.05.19, às 01h20

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.