Header Ads

Líder do governo diz que oposição se perde em ‘fake news'

Deputado Ricardo Barbosa volta a criticar atuação do grupo de oposição na ALPB

Deputado Ricardo Barbosa (Foto: Da Net)
O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa, comentou que o Atlas da Violência divulgado nesta quarta-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, não lhe trouxe surpresas. “A Paraíba aparece como uma verdadeira ilha de tranquilidade em relação aos demais estados nordestinos e alguns de outras regiões”, observou. “O governo Ricardo Coutinho teve uma extraordinária contribuição na redução dos índices apresentados e o atual segue a mesma linha”, completou. O estudo apresenta dados de 2007 a 2017.

Enquanto o estudo aponta que o Brasil atingiu em 2017 o maior nível histórico de crimes intencionais, a Paraíba destoa desse panorama apresentando um quadro geral animador, pois houve uma queda nas taxas de homicídios – menos 16,7% entre 2012 e 2017 e menos 1,7% entre 2016 e 2017.

Essa violência letal acomete principalmente os jovens. “Para se ter uma ideia, enquanto o Brasil apresentou, entre 2016 e 2017, aumento de 6,7% no número de assassinatos de jovens, na Paraíba esse índice foi de apenas 2,1%, contra 60% no Ceará, 50,5% em Pernambuco e 21,3% no Rio Grande do Norte, só para falar nos exemplos mais gritantes de nossa região”, acentuou.

“A Paraíba ficou imune à guerra de facções criminosas observada em Estados vizinhos e de outras regiões. Enquanto a oposição se perde em fake news, nós apresentamos cuidadosos estudos de respeitáveis institutos de pesquisa. É a ciência contra a maledicência”, alfinetou o líder do governo.

Só em 2017, a Paraíba reduziu em 18,3% a taxa de homicídios de mulheres. “São índices que merecem comemoração e que ainda podem ser aperfeiçoados. Entre 2012 e 2017, houve uma redução de 35,8% no número de homicídios de mulheres, e entre 2016 e 2017, a redução foi de 17,8%”, comparou.

Do ParlamentoPB
Publicada por F@F em 06.06.19, às 15h11

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.