Header Ads

Projeto da PM de GBA aumenta em até 100% taxa de iluminação pública; Veja tabelas

Matéria deve ser votada nas próximas sessões ordinárias da Câmara Municipal de Guarabira

Projeto foi enviado pela PM de GBA (Foto: Da Net)
Os que integram a Prefeitura de Guarabira estão fazendo discurso distorcido para tentar levar a erro os guarabirenses sobre a cobrança da Contribuição de Iluminação Pública, também conhecida por "taxa de iluminação".

O projeto que tramita na Câmara Municipal e será votado nas próximas sessões, proposto pelo prefeito em exercício, Marcus Diôgo (PSDB), prevê reajuste da CIP em até 100% em alguns casos.

A gestão diz que o projeto aumentará a faixa de isentos de cobrança, quando na verdade manterá a faixa dos que consomem até 80 kWh por mês, já estabelecido em lei no ano 2015. Essa faixa foi reduzida para isentar apenas os que consomem até 50 kWh por mês através de decreto em 2016, de iniciativa do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), afastado por problemas de saúde, que ainda passou a cobrar de quem mora na zona rural.

Prefeito em exercício do município, Marcus Diôgo pede que os vereadores aprovem o projeto de aumento da CIP (Foto: Da Net)
O decreto foi derrubado a partir de iniciativa do vereador Marcelo Bandeira (PSB) e o que passou a valer foi a lei de 2015, isentando da cobrança os consumidores da faixa de consumo de até 80 kWh mês e os residentes na zona rural.

Marcus Diôgo, em entrevista à Rádio Constelação FM, apelou para que os vereadores votem pela aprovação do projeto, alegando que a Prefeitura está entrando com R$ 70 mil mensalmente para bancar a iluminação pública e disse que o valor global tem que ser rateado com a população.

Emenda - O vereador Marcos de Enoque apresentou emenda que, depois de aprovada em plenário e encaminhada às comissões, prevê ampliação da isenção no pagamento da CIP o consumidor que utilizou até 100 KW. A lei atual isenta apenas quem consume até 80 KW.

A gestão quer ressuscitar o decreto de Zenóbio para recuperar os recursos perdidos com a isenção dos consumidores da zona rural, reajustando os percentuais da CIP, como pode ser visto nas tabelas abaixo:





Do Portal25Horas
Publicada por F@F em 01.11.19, às 16h40

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.