Header Ads

Clubes têm de resolver pendências do Gol de Placa para ter direito ao novo programa

A criação do novo programa “Incentiva Esporte” foi anunciado por João Azevêdo durante a solenidade de prestação de contas do Governo referente ao exercício de 2019

Logo do Programa Gol de Placa (Foto: Reprodução)
Os clubes de futebol do Estado que ainda não resolveram as questões envolvendo fraudes no extinto programa “Gol de Placa”, deverão se apressar e buscar acordos para as pendências junto ao Ministério Público da Paraíba (MPPB). O ato se faz necessário para que eles possam receber os benefícios do novo programa estatal “Incentiva Esporte”, cujo lançamento ocorrerá na próxima segunda-feira (13), em solenidade na Vila Olímpica Parahyba Ronaldo Marinho, em João Pessoa.

A informação foi confirmada pelo governador João Azevêdo, nesta segunda-feira (7). “Para que qualquer clube participe do novo programa, eles deverão estar regularizados, e uma das condições é que esse processo referente ao ‘Gol de Placa’ esteja definitivamente assinado em termos de ajustamento de conduta [TAC], ou termos de leniência junto ao Ministério Público. Isso será uma condição para que a gente possa tocar um outro projeto, num outro formato para evitar os problemas que tivemos recentemente”, afirmou.

A criação do novo programa “Incentiva Esporte” foi anunciado por João Azevêdo durante a solenidade de prestação de contas do Governo referente ao exercício de 2019 e anúncio dos investimentos para 2020. Segundo o governador, a medida implantará investimento de R$ 7 milhões neste primeiro ano, contemplando, além do futebol, as demais modalidades esportivas profissionais e amadoras.

FRAUDE

O Governo da Paraíba identificou, por meio da Secretaria de Estado da Receita (SER), em 2019 que os clubes paraibano fraudaram o Gol de Placa nos últimos anos. De acordo com o órgão, os clubes utilizaram CPFs irregulares no registro da troca de notas fiscais por ingressos para jogos do futebol profissional. Até documentos de pessoas que já morreram foram usados para a troca de ingressos.

As diretorias dos clubes paraibanos chegaram a admitir na época que fraudaram o programa nos últimos anos a fim de receber de maneira mais rápida os recursos do Gol de Placa. Para alguns times, os recursos são a principal fonte de renda para os clubes manterem suas atividades profissionais.

Do Wscom
Publicada por F@F em 07.01.20, às 19h41

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.