Header Ads

‘Doa a quem doer’, diz conselheiro do TCE sobre investigações da Calvário

Nota de Arnóbio Viana chega um dia depois de novos trechos da delação da ex-secretária de Estado, Livânia Farias, serem divulgados

Arnóbio Viana (Foto: Divulgação) 
O presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), conselheiro Arnóbio Alves Viana, divulgou nota nesta segunda-feira (6) para defender o andamento das investigações da Operação Calvário. A esposa dele, Georgiana Cruz, é citada em trecho da delação da ex-secretária de Estado, Livânia Farias, como responsável por distribuir R$ 50 mil em propina no TCE para que auditores fiscais resolvessem as contas do ex-governador Ricardo Coutinho.

No texto, ele diz que os responsáveis por irregularidades devem ser punidos e que as investigações devem seguir ocorrendo “doa a quem doer”.

“[Reitero] total e irrestrito apoio às investigações em curso, pugnando pela celeridade e efetiva punição a todos quantos tenham praticado delitos em desfavor da sociedade paraibana, doa a quem doer”, afirmou.

Na mesma nota, Viana defende o TCE-PB. Dois conselheiros do Tribunal foram suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspeitos na Operação Calvário. “Ao mesmo tempo, renovo a confiança na isenção, lisura e excelência dos trabalhos executados pelo diligente corpo de Auditores do TCE-PB”.

A nota de Arnóbio Viana chega um dia depois de novos trechos da delação da ex-secretária de Estado, Livânia Farias, serem divulgados. Na delação, Livânia cita oito deputados, sendo dois federais e seis estaduais como participantes do esquema de corrupção que desviou R$ 1 bilhão da saúde pública da Paraíba.

Do Portal Correio
Publicada por F@F em 06.01.53

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.