Header Ads

Diretor do HR de Guarabira revela de quem foi sua indicação para o cargo

Gilson Cândido, demitido do HRG e nomeado para a UPA, não aceitou o novo cargo

Liheldson Barbosa, novo diretor do HRG (Foto: Da Net)
O Hospital Regional de Guarabira, desde sexta-feira da semana passada, dia 31 de janeiro, está sob nova direção. O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, indicou o campinense Liheldson Barbosa para o lugar de Gilson Cândido. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado (31/01). 

Entrevistado por Rodrigo Sousa (Rádio Cultura FM), o novo diretor do HRG disse que foi convidado a assumir o cargo pelo secretário de Saúde da Paraíba.

Na mesma edição do DO, foi nomeada a fisioterapeuta Maiscela Bezerra de Lima para a diretoria administrativa do HRG, mas no dia seguinte foi tornada sem efeito. Edson Gomes, ex-prefeito de Duas Estradas, que havia sido exonerado, foi mantido na direção administrativa da unidade de saúde.

Nesta quarta-feira (5), o repórter Rodrigo Sousa, da Rádio Cultura FM, veiculou entrevista produzida com o novo diretor do Hospital Regional. Ele destacou que o convite para assumir a direção geral do HR partiu do secretário de Saúde, revelou que não tem ligação política com ninguém, que é oriundo da iniciativa privada e vai procurar gerir o serviço de saúde da melhor maneira possível.

Liheldson falou sobre possível influência política, disse acreditar que as pessoas que trabalham no hospital têm muito a contribuir e tranquilizou os funcionários sobre possibilidade de demissão em massa, garantido que o diálogo vai ser mantido de forma clara.

Gilson não aceita assumir a UPA

Nomeado para assumir a direção da Unidade de Pronto Atendimento de Guarabira – UPA – Gilson Cândido divulgou um comunicado em seu perfil em rede social agradecendo pela confiança em ter estado na direção do Hospital Regional, se despediu e não aceitou a direção da UPA, de onde já foi gestor.

Com a negativa de Gilson, a gestão da UPA está sendo tocada interinamente pelos funcionários Eduardo Lira e Milena, enquanto o Estado não resolve a pendência.

Veja postagem de Gilson


Do Portal25Horas com Fato a Fato
Publicada por F@F em 06.02.2020, às 15h15

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.