Header Ads

IMPEACHMENT: Jeová quer arquivamento e Raniery diz que oposição não faz 'aventura'

Jeová Campos ainda comentou a conduta do presidente da ALPB, Adriano Galdino, lembrou que o socialista é aliado do Governo do Estado

Deputados Jeová Campos e Raniery Paulino (Foto: Edição)
Enquanto o pedido de impeachment do governador João Azevêdo (Cidadania) segue sob análise da Procuradoria da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado estadual Jeová Campos (PSB) disse nesta segunda-feira (10), que a oposição quer romper o processo democrático e chamou de ‘tapetão’ o pedido de afastamento do governador. Em entrevista ao Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM, o parlamentar também pediu que os deputados governistas saiam do silêncio contra o impeachment.

“A oposição quer romper com o processo de soberania popular, fazer um ataque violento à democracia. A oposição perdeu a eleição já no primeiro turno e agora quer um segundo turno no tapetão. O que a oposição quer, é dar um golpe e nós não podemos aceitar. E nós estamos aqui rechaçando publicamente. É preciso respeitar o voto do eleitor publicamente”, opinou.

Jeová Campos ainda comentou a conduta do presidente da ALPB, Adriano Galdino, lembrou que o socialista é aliado do Governo do Estado e espera que o processo de impeachment seja arquivado por falta de fundamentos e de legitimidade. “Ele é da base do governo. Eu não tenho dúvida que ele agirá com a prudência necessária, inclusive para que esse processo se resolva o mais rápido possível, que é o seu arquivamento”, avaliou.

Já o deputado Raniery Paulino (MDB) informou que não faz juízo de valor prévio sobre o processo de impeachment, mas opinou que as eleições estaduais na Paraíba, em 2018, foram viciadas em decorrência das acusações contidas no âmbito da Operação Calvário. Ele defendeu a postura da oposição na Casa de Epitácio de Pessoa.

“Esse processo tem todas as garantias, onde se estabelece na Constituição Federal e na Constituição  Estadual, garantindo o contraditório e a ampla defesa. De fato, nós estamos tratando do maior escândalo de corrupção da história política da Paraíba e talvez de um dos maiores do Brasil. Isso tem que ser tratado com o máximo de seriedade. Não é uma aventura, inclusive, essa iniciativa da bancada de oposição”, disse.

Do Polêmica Paraíba
Publicada por F@F em 10.02.2020, às 20h37

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.