Header Ads

Malu Mader sobre Bolsonaro: ‘Triste ver um retrocesso tão veloz’

No Camarote Arara na Avenida por VEJA RIO, a atriz diz que as escolas de samba representam a voz da sociedade brasileira

Acompanhada da família para assistir ao desfile das campeãs no Camarote Arara na Avenida por VEJA RIO, a mangueirense Malu Mader sentiu-se representada pelos enredos políticos retratados na Avenida neste ano. “Vim prestigiar, principalmente num momento em que, mais do que nunca, as escolas de samba representam a nossa voz, a voz da sociedade brasileira. Além do enredo da Mangueira, o da São Clemente foi o que mais gostei, tinha um samba engraçado, bem bolado, inteligente, típico de tudo o que o (Marcelo) Adnet faz. E era uma crítica com humor, o que torna tudo ainda melhor”, disse a atriz.
Ao lado do esposo, Malu Mader diz: "Esse governo me dá medo" (Foto: Bruno Ryfer e equipe/Veja Rio)
Sobre o momento da cultura no país, Malu não poupou a voz. “É o pior possível. Não só em termos de corte de verbas, mas temos um governo que se opõe declaradamente a todos os seres pensantes: jornalistas, artistas, intelectuais, professores, cientistas. É triste ver um retrocesso tão veloz. Claro que já tivemos momentos horríveis ao longo da história, mas em algumas áreas estávamos caminhando para uma evolução, como na defesa de direitos humanos e LGBT, por exemplo. Agora esse governo é algo que dá medo. Eles colocam em cada pasta um representante que é contrário ao tema. Na edução está à frente alguém que comete erros de português primários. É uma coisa horrosa, uma tristeza atrás da outra”, disparou.

De Veja Rio
Publicada por F@F em 01.03.2020, às 14h57

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.