Header Ads

Câmara de Guarabira aprova nova licença médica para Zenóbio Toscano

Os vereadores do MDB e do PDT, num total de 7 parlamentares, se abstiveram de votar a matéria

Zenóbio tem licença prorrogada (Foto: Reprodução)
Durante a sessão ordinária da tarde desta terça-feira (28), a Câmara Municipal de Guarabira votou e aprovou por unanimidade 22 requerimentos de interesse da coletividade nas mais diversas áreas, voltados ao interesse dos bairros e localidades da zona rural.

Na pauta, constou pedido de prorrogação da licença para tratamento de saúde, do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), que está afastado das funções desde junho do ano passado. Desta feita, a licença pedida foi de 4 meses, devendo o vice-prefeito Marcus Diogo, permanecer no cargo em substituição a Zenóbio até o final do mês de agosto de 2020.

O pedido foi aprovado pelo placar de 6 a 1, com 6 vereadores se abstendo de votar. A bancada governista votou em bloco a favor da licença e as bancadas de oposição, compostas por vereadores filiados ao PDT e MDB se abstiveram de votar. O único vereador a votar contra foi Renato Meireles (Cidadania), e não foi preciso o voto do presidente, Marcelo Bandeira (PDT), que só votaria se fosse para desempatar.

A matéria gerou um longo debate entre os vereadores. Líder da bancada do MDB, Saulo de Biu disse que a Câmara tem autorizado sucessivas licenças para tratamento de saúde de Zenóbio e, de acordo com o parlamentar, há informações de que o Ministério Público estaria inclinado a questionar os vereadores, orientando pela abstenção. O mesmo fez o líder do PDT, Marcos de Enoque, seguido por sua bancada.

Líder do PSDB da Câmara, Tiago do Mutirão fez um apelo para que seus pares votassem a favor da licença, por entender que a cidade poderia ficar sem prefeito por alguns dias num momento de pandemia que se vive. Mas os vereadores mantiveram a abstenção.

Ao final, o presidente proclamou o resultado, sendo aprovada a licença, visto que os parlamentares que se abstiveram não são contados no resultado para efeito de derrubar ou aprovar matérias no parlamento.

Da Assessoria da CMG com Fato a Fato
Publicada em 28.04.2020 às 23h4

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.