Header Ads

Enfermeiro paraibano morre com suspeita de Coronavírus, em São Paulo

Idalgo sentiu-se mal no dia 20 de março. Inicialmente, o sintoma foi sonolência excessiva. No dia seguinte foi entubado

Enfermeiro morreu em São Paulo (Foto: Fonte83)
O enfermeiro paraibano Idalgo Moura, de 45 anos, morreu na noite desta terça-feira, 31 de março, com suspeita de coronavírus. Ele estava internado na UTI do Hospital Municipal de Tatuapé, em São Paulo, mesmo local onde trabalhava. Idalgo era irmão da jornalista paraibana Mafalda Moura, nasceu em São José de Espinharas na região de Patos, mas morava na capital paulista há muitos anos.

Ao Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan, Mafalda contou  o drama vivido pelo irmão, que morreu longe da família. A informação sobre a morte de Idalgo foi transmitida pelo hospital às 22 horas de ontem.

Idalgo sentiu-se mal no dia 20 de março. Inicialmente, o sintoma foi sonolência excessiva. No dia seguinte foi entubado. “De lá para cá, ele oscilou entre pioras e melhoras. Mas, desde que entrou na UTI respirava com auxílio de aparelhos e na sexta-feira passada teve piora, aumentaram a medicação que mantinha o coração batendo. Os pulmões e os rins já não respondiam. Tentaram fazer hemodiálise, mas ele estava muito fraco. Nossa preocupação agora é fazer um sepultamento digno. Não pode ter velório, então estamos tentando cremá-lo para que possamos nos despedir dele aqui”, contou Mafalda.

Da Fonte83
Publicada por F@F em 01.04.2020 às 20h31

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.