Header Ads

Fernando Collor prevê queda de Bolsonaro após passeio de jet-ski

Ex-presidente da República foi afastado do cargo no ano de 1992

Collor e Bolsonaro (Foto: Reprodução/Wscom)
Afastado da presidência em 1992, por meio de um processo de impeachment que o levou à renúncia, o ex-presidente Fernando Collor de Mello reapareceu bem-humorado no twitter, como comentarista político.

Em um desses posts, ele afirmou que Jair Bolsonaro corre o risco de “afundar”, ao comentar o seu passeio de jet-ski no dia em que o Brasil superou 10 mil mortes pela Covid-19, mostrando falta de compostura do presidente da República.

Sobre o passeio

O presidente Jair Bolsonaro não realizou o churrasco no Palácio do Alvorada que havia anunciado para o sábado (9), mas passeou de moto aquática no Lago Paranoá, nas proximidades da residência.

Acompanhado de um segurança, ambos sem máscaras, item de uso obrigatório em áreas públicas do Distrito Federal, Bolsonaro cumprimentou e tirou fotos com apoiadores que se reuniam para vê-lo no píer de uma marina próxima ao palácio.

A recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) é para que a população evite aglomerações.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, ocupantes de uma lancha, que faziam um churrasco dentro dela, filmaram o presidente se aproximando da embarcação e parando para conversar.

Do Wscom
Publicada por F@F em 10.05.2020, às 17h10

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.