Header Ads

Juiz suspende interdição no abatedouro da Guaraves, em Guarabira; Veja decisão

O juiz não autorizou a reabertura imediata das atividades da Guaraves, só a pós à comunicação da SECRETARIA ESPECIAL DA PREVIDÊNCIA E TRABALHO

Empresa, situada em Guarabira foi, parcialmente, interditada por auditores fiscais do Trabalho (Foto: ExpressoPB)
O juiz da Vara do Trabalho da Comarca de Guarabira, Antonio Cavalcante da Costa Neto, decidiu na tarde da sexta-feira (22) suspender a interdição do Abatedouro da Guaraves.


O ato de interdição foi assinado no dia 18 após cerca de 200 trabalhares terem testado para a Covid-19  e 49 deles estarem contaminados.

O ExpressoPB.net e a Rádio Integração FM tiveram acesso à sentença prolatada pelo juiz com cerca de 320 páginas.

Na decisão o magistrado acolhe parcialmente o pedido da empresa, determinando a reabertura do abatedouro.

“Acolhido parcialmente o pedido principal, na forma como foi direcionado na inicial, ou seja, de suspensão da interdição pela demandada, sob pena de multa diária, resta prejudicada a análise do pedido feito alternativamente, de autorização da retomada das atividades com os funcionários imunizados. “, diz trecho do despacho.

O juiz não autorizou a reabertura imediata das atividades da Guaraves, só a pós à comunicação da SECRETARIA ESPECIAL DA PREVIDÊNCIA E TRABALHO, da suspensão dos efeitos do auto interdição efetuado por aquele órgão.


Do ExpressoPB com Fato a Fato
Publicada em 25.05.2020, às 00h56

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.