Header Ads

Raniery defende elevação dos salários dos servidores que lutam contra a Covid-19 na PB

"Há necessidade de elevação dos salários dos servidores públicos da saúde que atuam na linha de frente do combate a COVID-19", diz Raniery Paulino

Deputado Raniery Paulino cobra melhorias salariais para os servidores da Saúde da Paraíba que estão na linha de frente no combate ao coronavírus (Foto: Reprodução/Google)
Como forma de estimular a execução dos serviços dos servidores públicos da saúde, o deputado Raniery Paulino apresentou Projeto de Indicação ao governador da Paraíba, com a necessidade de elevar os salários dos funcionários que atuam na linha de frente no combate a COVID-19 na Paraíba.

De acordo com a propositura e de conhecimento de todos, é  que os salários dos servidores da saúde são muito baixos e as gratificações mais ainda. No entanto, o Secretário de Saúde estadual anunciou recentemente a importância de R$80,00 (oitenta reais) de insalubridade por mês, o que fez com que todas as categorias ficassem desanimadas com o tratamento oferecido. 

Com isso, o parlamentar acredita que o PL visa adotar medidas importantes para os servidores da saúde que estão na linha de frente com riscos de vidas para salvar outras vidas.

"Alguns municípios brasileiros estão elevando os salários dos servidores da saúde que têm atuado na linha de frente do combate a COVID-19 como forma de estimular as atividades. Eu não posso fazer cara de paisagem quando, o Poder Executivo anuncia a importância de R$80,00 (oitenta reais) de insalubridade por mês, isso sim é uma ofensa aos que salvam vidas, por isso, apresentamos esse Projeto Indicativo para que o Governador do Estado da Paraíba valorize a categoria", afirmou o deputado.

Raniery ainda criticou as condições de trabalho dos profissionais de saúde, cujo o risco de contagio é inevitável.

"Como agravante, os equipamentos de proteção individual (EPI’s) não são suficientes e, quando chegam aos hospitais, são de qualidade baixa, a exemplo dos capotes em TNT para os técnicos de enfermagem, cujos riscos de penetrar secreções de pacientes é praticamente inevitável. Aliás, há vídeos circulando na internet sobre a péssima qualidade dos equipamentos de proteção" criticou Raniery.

Da Assessoria
Publicada por F@F em 05.05.2020 às 16h36

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.