Header Ads

Vereadora critica pedido de auxílio financeiro para público LGBT

A parlamentar afirmou que esse público pode também pedir o auxílio emergencial para o Governo Federal, assim como todos os cidadãos brasileiros

Vereadora Eliza Virgínia (Foto: Reprodução)
A suplente de deputada federal, vereadora Eliza Virgínia (PP), criticou, na manhã desta quinta-feira (9), o requerimento de autoria da vereadora Sandra Marrocos (PT), que pede auxílio financeiro para o público LGBT. Em sessão remota na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), a parlamentar votou contra o requerimento.

O requerimento pede, além de auxílio financeiro, cestas básicas para o público LGBT em situação de risco e vítimas de agressões físicas em âmbito familiar. “Eu fico me perguntando por que a vereadora Sandra insiste em discriminar os LGBTs, os trans e travestis. Ainda na sessão eu disse que LGBT não é profissão, mas uma opção sexual. Se a gente for entregar cesta básica e auxílio financeiro para esse público porque eles estão sofrendo violência na pandemia, temos também que fazer pelas crianças, mulheres, idosos e pessoas com deficiência, que também estão sofrendo violência doméstica”, argumentou.

A parlamentar afirmou que esse público pode também pedir o auxílio emergencial para o Governo Federal, assim como todos os cidadãos brasileiros. “Com certeza, o Governo Federal não exclui ninguém por ser transsexual ou gay. O Governo está dando a ajuda para todas as pessoas que precisem. A gente alimentando esse tipo de requerimento e pedidos de privilégios vamos seguir com a discriminação, alimentando o preconceito”, contou.

Do ParlamentoPB
Publicada por F@F em 11.07.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.