Header Ads

Família ouve barulho e abre caixão de idosa morta por Covid-19

Mesmo com a informação da morte dada pelos familiares, os agentes do Samu foram até o local para se certificar do óbito

Parentes pensavam que idosa estava viva (Foto: IG)
A família de uma moradora de Campinas , morta pela Covid-19 , interrompeu o velório na manhã desta segunda-feira (31) por acreditar que ela ainda estava viva. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel Urgente) foi chamado ao local e, de acordo com a equipe, a desconfiança teria surgido após os familiares escutarem um barulho vindo de dentro do caixão, que chegou a ser aberto.

De acordo com os agentes, eles foram chamados para atender uma ocorrência no Cemitério Parque das Flores, no Jardim São Judas Tadeu, em Campinas.

O chamado dizia que a mulher estaria sendo velada viva depois de ter sido dada como morta em decorrência do novo coronavírus. Segundo a família, a idosa, de aproximadamente 60 anos, estava se debatendo dentro do caixão.

Mal-entendido

Antes mesmo de chegar ao local, os agentes foram informados pelos familiares de que a mulher de fato estava morta e de que tudo não teria passado de um mal-entendido. Os parentes chegaram a abrir o caixão, o que não é recomendado em caso de morte pelo coronavírus, após escutarem os barulhos.

Mesmo com a informação da morte dada pelos familiares, os agentes do Samu foram até o local para se certificar do óbito. Segundo explicou o médico que esteve junto na ocorrência, o barulho pode ter sido causado por gases concentrados no saco que foi usado para colocar o corpo dentro do caixão.

Do IG
Publicada por F@F em 01.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.