Header Ads

Tubarão atravessa rede de proteção, ataca e mata surfista em praia

Homem de 46 anos foi resgatado por banhistas e surfistas, chegou a ser socorrido por paramédicos, mas morreu minutos depois do ataque

Nick Slater foi atacado pelo tubarão (Foto: Reprodução)
Surfistas e banhistas na praia da cidade de Gold Coast, na Austrália, foram surpreendidos por um tubarão, que atravessou a rede de proteção na água. O gerente imobiliário Nick Slater, de 46 anos, morreu após ser atacado pelo animal.

Segundo jornais locais, a praia de Greenmount, localizada na cidade de Coolangatta, na popular Gold Coast de Queensland, é uma das 85 praias do estado protegidas por redes de tubarões e linhas de tambor. Isso faz com que ataques de animais marítimos sejam raros.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o tubarão arrastando o surfista para debaixo d’água e outras dezenas de pessoas nadando no local.

De acordo com o jornal australiano 7News, após o ataque, o homem apareceu flutuando, com ferimentos graves, principalmente em uma das pernas, que estava praticamente sem sangue.

Um surfista remou até ele, com a ajuda de outros banhistas. Já desfalecendo, Nick Slater foi levado para a areia, onde já havia um salva-vidas com carro e maca. Paramédicos chegaram imediatamente e tentaram salvá-lo, mas o surfista morreu minutos depois.

Ao 7News, o surfista Jade Parker afirmou que o homem tinha uma lesão que ia da virilha até abaixo do joelho e praticamente sem sangue. Na manhã de quarta-feira (9/9), a praia de Greenmount foi fechada

O último ataque fatal de tubarão em uma praia da Gold Coast foi em 1958. As proteções com redes entraram em vigor em 85 praias do país em 1962.

As redes para tubarões são suspensas em flutuadores e correm paralelas às praias. Eles têm 610 pés (186 metros) de comprimento e 20 pés (6 metros) de profundidade.

Do Metrópoles
Publicada por F@F em 12.09.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.