Header Ads

Governador rebate agressões de Camila e diz: "desespero de quem está atrás nas pesquisas"

João Azevêdo saiu em defesa da Família Paulino e repudiou as declarações ofensivas da deputada Camila Toscano

João Azevêdo esteve em GBA (Foto: Reprodução)
O governador João Azevêdo (Cidadania) inspecionou obras em Guarabira nesta sexta-feira (30) e, quando perguntado sobre o que achava das agressões da deputada Camila Toscano (PSDB) à Família Paulino, ele rebateu a parlamentar tucana e disse que esse tipo de comportamento é prático do desespero de quem está atrás nas pesquisas.

- Quem pensa que para crescer tem de destruir a imagem de alguém, como tem sido a prática do grupo político do PSDB e da própria deputada, não terá o aval do povo e certamente está se enterrando politicamente - bradou João Azevêdo, durante conversa com os jornalistas em Guarabira.

"Isso é ideia de marqueteiro. Quando se percebe que está atrás nas pesquisas, caindo tudo, descambando tudo, vamos atingir alguém para vê se consegue subir", alertou João Azevêdo.

O governador disse que a política que interessa aos cidadãos é a exercida no campo das ideias e das propostas para melhorar a qualidade de vida da população.

Durante a entrevista concedida ao repórter Rodrigo Souza (Rádio Cultura FM), João Azevêdo voltou a enaltecer a história política da Família Paulino em Guarabira.

Agressões - A deputada Camila Toscano sugeriu, em evento político na cidade, que a Família Paulino deveria ser expulsa de Guarabira. Já André Diogo (filho do prefeito Marcus Diôgo) chamou Raniery Paulino de deputado preguiçoso.

Noutro evento, a deputada falou em "aliar-se a uma quadrilha de bandidos". No pronunciamento, Camila Toscano criticava seus principais adversários políticos em Guarabira, no caso da Família Paulino que firmou aliança política com o governador João Azevêdo.

Veja vídeo (entrevista) com o governador

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 30.10.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.