Header Ads

Senador tem semana movimentada em Brasília com votações no Senado e reuniões em ministérios

Diego Tavares esteve na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), oportunidade em que tratou de assuntos de interesse da Paraíba

Senador Diego Tavares (Foto: Assessoria de Imprensa)
O senador Diego Tavares (Progressistas) cumpriu uma extensa agenda de trabalho, em Brasília, esta semana, com participação em importantes votações no Senado Federal, como a da MP 987/20, oriunda do Executivo, que prorrogou incentivos fiscais para empresas automotivas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e o do Projeto de Lei 5.981/19, do senador Lasier Martins (Podemos-RS), com relatoria da senadora Rose de Freitas (sem partido-ES), que criou uma linha exclusiva no Disque 100 para recebimento de denúncias de maus-tratos aos nossos idosos.

O senador manteve uma agenda de audiências nos Ministérios da Economia e das Comunicações, e em órgãos como Receita Federal e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ele também esteve reunido com o presidente do Progressistas, o senador Ciro Nogueira, do Piauí, e com o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, relator da reforma tributária no Congresso Nacional.

Nas votações da MP 987/20, que prorrogou incentivos fiscais para empresas automotivas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e o do Projeto de Lei 5.981/19, que criou uma linha exclusiva no Disque 100 para recebimento de denúncias de maus-tratos aos nossos idosos, Diego encaminhou voto “sim” nas duas matérias, ambas aprovadas por unanimidade. Sobre a primeira, destacou a importância de se garantir a geração de emprego e renda nesse momento de retomada; em relação ao segundo projeto, ressaltou “que temos que ter o compromisso com a vida dos nossos idosos, fortalecendo a atenção e ampliando as políticas públicas.”

Diego Tavares disse que a aprovação do projeto que inclui, entre atividades financiadas pelo Fundo Nacional da Pessoa Idosa, a contribuição para a divulgação e aprimoramento dos canais de denúncias sobre maus-tratos e sobre violações dos direitos humanos, como o Disque 100 (Disque Direitos Humanos), e que agora segue para a análise da Câmara dos Deputados, é fundamental para o país. Ele lembrou o período em que esteve à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa, lamentou o fechamento do Clube da Pessoa Idosa pela Prefeitura da Capital, e registrou que a Paraíba é o quinto estado em número de denúncias de maus tratos e violência em idosos por habitante. “Como costumo dizer que precisamos tratar nossos idosos da mesma maneira com que queremos ser tratados no futuro, então fico muito feliz em presenciar esse momento e poder votar a favor desse projeto”, afirmou.

Audiências e reuniões - O senador manteve uma agenda de audiências nos Ministérios da Economia e das Comunicações. No primeiro, Tavares reuniu-se com José Barroso Tostes Neto, Secretário Especial da Receita Federal, com quem tratou de incentivos e questões tributárias relacionadas a instituições que cuidam de pessoas com deficiência; já no segundo, discutiu com o ministro Fábio Faria sobre projetos nas áreas de ciência e tecnologia, com destaque para a proposta que garante internet de alta velocidade para o interior paraibano.  

Diego Tavares esteve na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), oportunidade em que tratou de assuntos de interesse da Paraíba com o presidente André Nóbrega. Ele ainda esteve na liderança do seu partido, o Progressistas, dialogando sobre pautas e projetos com o presidente da legenda, o senador Ciro Nogueira, do Piauí, e com o também paraibano, deputado federal Aguinaldo Ribeiro, relator da reforma tributária no Congresso Nacional.

Da Assessoria de Imprensa
Publicada por F@F em 11.10.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.