Header Ads

Filha do cantor Belo é presa acusada de integrar quadrilha de golpes eletrônicos

Estudante de odontologia Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, foi presa com outras 11 suspeitas. Polícia diz que grupo aplicava o golpe do motoboy e está ligado a traficantes da Maré

Isadora e o cantor Belo (Foto: Reprodução redes sociais)
A filha caçula do cantor Belo, Isadora Alkimim Vieira, de 21 anos, está entre as 12 mulheres presas nesta quarta-feira (12) por suspeita de aplicar o golpe do motoboy. O cantor se mostrou surpreso e triste com a prisão da filha.

"Tô muito surpreso e arrasado com tudo isso. Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento", disse Belo, através de sua assessoria.

Isabela é estudante de odontologia, mas por não ter ainda formação superior, não tem direito a ficar numa ala reservada do presídio feminino.

Após a prisão nesta quarta, as 12 mulheres passaram por triagem no Presídio de Benfica, de onde as presas são encaminhadas para as unidades femininas do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. A unidade feminina de entrada no sistema é a Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza.

No "golpe do motoboy", um estelionatário se passa por um gerente de banco e liga para a vítima, avisando de um problema no cartão de crédito — como uma compra não autorizada ou uma tentativa de clonagem. Na sequência, manda um motoboy recolher o cartão "para análise".

Pai também já foi preso

Em 2004, Belo também chegou a ser preso e cumpriu quatro dos seis anos de condenação por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico.

Na próxima quinta-feira (19), ele tem um show da turnê "Belo In Concert”, com novas músicas e grandes sucessos de sua carreira, no Vivo Rio.

Do G1 com Isto É
Publicada por F@F em 12.11.2020

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.