Header Ads

Partidos de oposição apresentam novo pedido de impeachment contra Bolsonaro

Em solicitação conjunta, legendas do campo de esquerda acusam o presidente de crime de responsabilidade por negligenciar crise no Amazonas

Oposição pediu o impeachment (Foto: Reprodução)
Partidos de oposição, em ação conjunta, decidiram nesta sexta-feira (15/1) apresentar um novo pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por crime de responsabilidade em relação às condições da saúde no Amazonas, especialmente na capital, Manaus.

O pedido é assinado por lideres na Câmara do PT, PSB, PT, PCdoB, PDT e Rede, além do líder da Minoria. No texto, as legendas consideram a “prática de crimes de responsabilidade em série, que resultaram na dor asfixiante do Amazonas e de milhares de famílias brasileiras”.

“O presidente da República deve ser política e criminalmente responsabilizado por deixar sem oxigênio o Amazonas, por sabotar pesquisas e campanhas de vacinação, por desincentivar o uso de máscaras e incentivar o uso de medicamentos ineficazes, por difundir desinformação, além de violar o pacto constitucional entre União, estados e municípios”, destaca.

“O Brasil está morrendo sufocado por este presidente. Basta! Já passou da hora de o Congresso Nacional, representando a nação, reagir”, manifestaram em nota os signatário do pedido.

Esse é o 57º pedido de impeachment contra Bolsonaro. Dos 56 pedidos enviados anteriormente ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e recebidos pela Casa, apenas um foi arquivado até hoje.

No total, incluindo aditamentos e pedidos rejeitados e retirados pelos autores, foram 60.

Confira a íntegra do comunicado:

“Considerando a prática de crimes de responsabilidade em série, que resultaram na dor asfixiante do Amazonas e de milhares de famílias brasileiras, nossos partidos – Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT – decidiram apresentar novo pedido de impeachment do Presidente Jair Bolsonaro.

O presidente da República deve ser política e criminalmente responsabilizado por deixar sem oxigênio o Amazonas, por sabotar pesquisas e campanhas de vacinação, por desincentivar o uso de máscaras e incentivar o uso de medicamentos ineficazes, por difundir desinformação, além de violar o pacto constitucional entre União, Estados e Municípios. O Brasil está morrendo sufocado por este Presidente. Basta! Já passou da hora de o Congresso Nacional, representando a nação, reagir.

Defendemos, também, que o Congresso volte a funcionar imediatamente, para aprovar medidas que possam colaborar decisivamente para sanar os graves problemas que vitimam a população do Amazonas e de todo o Brasil.

Pedro Ivo Batista e Laís Garcia – Porta-vozes da Rede Sustentabilidade

Carlos Siqueira – Presidente do PSB

Gleisi Hoffman – Presidente do PT

Luciana Santos – Presidente do PCdoB

Carlos Lupi – Presidente do PDT

José Guimarães – Líder da Minoria na Câmara

Joenia Wapichana – Líder da Rede Sustentabilidade

Alessandro Molon – Líder do PSB

Enio Verri – Líder do PT

Perpétua Almeida – Líder do PCdoB

Wolney Queiroz – Líder do PDT

Carlos Zarattini – Líder da Minoria no Congresso Nacional”.

Do Metrópoles
Publicada por F@F em 16.01,2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.