Header Ads

Piloto morre em corrida de motocross meses após ter braço amputado em acidente

Além de uma clavícula quebrada, ele teve o braço esquerdo amputado

Acidente ocorreu na Argentina (Foto: Reproduçao/Instagram)
Rio de Janeiro, RJ - A etapa de domingo do MX Córdoba prova de motocross da Argentina, terminou com a morte do piloto Alberto Zapata, o “El Wey”, atropelado por duas motos após perder o controle da motocicleta e cair durante a competição. Zapata, de 23 anos, teve um dos braços amputados em decorrência de um acidente de carro em novembro de 2020, e havia voltado a correr em fevereiro.

Durante a corrida, realizada na cidade de San Agustin, Zapata caiu ao passar por uma elevação. Dois competidores não conseguiram desviar do argentino a tempo e passaram por cima do piloto, que chegou a ser socorrido com vida mas morreu no hospital.

O Zapata havia sobrevivido a outro grave acidente meses antes; em novembro, quando capotou o carro em uma estrada e foi socorrido por um pedestre que avistou o veículo e chegou a fazer um torniquete no piloto.

Além de uma clavícula quebrada, ele teve o braço esquerdo amputado, mas contrariando médicos que cuidavam de seu tratamento, decidiu voltar a correr de moto, dando início ao treinamento em janeiro e participando da primeira corrida em fevereiro.

Um mês depois, em março, Zapata voltou a subir ao pódio, feito que repetiu outras três vezes após o acidente de carro.

– Às vezes, acho difícil acreditar no que está acontecendo comigo, com a dificuldade que tenho para andar de moto com um braço quatro meses após a amputação. Seria suficiente para eu poder desfrutar estar sobre uma moto, então, poder saborear meu terceiro pódio desde meu retorno às corridas é maravilhoso – escreveu o piloto, em março.

Governador da província de San Juan, onde Zapata nasceu, Sergio Unac lamentou a morte do argentino, ao qual se referiu como “guerreiro”:

– Estou com o coração partido com a triste notícia da morte de Wey Zapata. Minhas condolências a sua família e amigos neste triste momento. Descanse em paz, guerreiro. Em San Juan, vamos lembrá-lo como um grande esportista e um grande lutador.

Do GE
Publicada por F@F em 07.04.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.