Header Ads

Nubia Oliiver é investigada por suposto envolvimento em rede de prostituição internacional

Quadrilha de exploração sexual de brasileiras tem ramificações em 15 países de diferentes continentes

Modelo Nubia Oliiver (Foto: Nelson Miranda)
Rio de Janeiro (RJ) - A modelo Nubia Oliiver, de 47 anos, está sendo investigada por um suposto envolvimento em uma rede de prostituição internacional. Segundo a reportagem do SBT News, a exploração sexual de brasileiras tem ramificações em 15 países, de diferentes continentes.

CONFIRA! Nubia Oliiver é investigada por suposto envolvimento em rede de prostituição internacional

A famosa teria sido agenciada por Rodrigo Otávio Cotait, que de acordo com a Polícia Federal, lidera um complexo esquema de exploração sexual. Na última terça-feira, dia 27 de abril, seis integrantes da quadrilha foram presos no Brasil, Espanha e Portugal durante a Operação Harém BR.

A investigação apontou que ele era dono de uma agência de modelos, para disfarçar o esquema no mercado sexual. Fotos das mulheres agenciadas eram ofertadas em sites específicos, em um formato chamado pelos agentes federais de "broadcast" da prostituição. Para aliciar as meninas, o acusado se passava por proprietário de uma marca de cosméticos chamada Tommy G e se aproximavam delas no Instagram.

A polícia descobriu que muitas garotas sequer tinham se prostituído antes e aceitaram o convite por dificuldades financeiras. Uma das jovens chegou a mandar uma foto com a geladeira vazia para o agenciador, que se demonstrou completamente misógina em uma troca de mensagens descoberta.

"É o seguinte, a mulher tem três funções. Primeira, lógico, a mais importante: putaria, evidente. Segunda: 'ai Rô, não faço, não gosto de putaria', não tem problema, amor, você tem função ainda: você pode ser útil, me apresente suas amigas. 'Ai Rô, não tenho amiga'. Não tem problema, você vai ter uma função finalmente: por favor, vassoura e pano de chão tá ali, vamos limpar a casa né?", escreveu Rodrigo.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, a modelo Nubia Cassia de Oliveira, conhecida como Nubia Oliiver, era uma dessas pessoas que facilitavam o contato para a cabeça da quadrilha. Ela enviava fotos sensuais de outras mulheres ao agenciador e combinava um programa sexual com uma delas em troca de uma comissão de mil reais.

Procurado por Quem, o advogado de Nubia, Rodrigo Carneiro Maia Bandieri, enviou um comunicado oficial. "Como os autos tramitam em sigilo, por ora, a defesa técnica da Sra. Nubia Cassia Ferreira de Oliveira, irá respeitá-lo, ou seja, não nos manifestaremos sobre a investigação policial federal. Aliado a isso, fomos constituídos na data de ontem, e ainda não conseguimos acesso ao inteiro teor. Em momento oportuno poderemos falar", diz.

Da Revsita Quem Online
Publicada por F@F em 03.05.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.