Header Ads

Programa infantil em TV polemiza ao mostrar adultos nus discutindo sexualidade

Todos os participantes menores de idade tiveram o consentimento dos pais, além de serem questionados se concordavam com o que iria acontecer

Programa de televisão é exibido na Holanda (Foto: Divulgação)
Rio de Janeiro (RJ) - Um novo programa em TV na Holanda está causando polêmica no país europeu ao exibir adultos nus para discutir sexualidade com as crianças. No programa destinado ao público infantil "Gewoon.Bloot." ("Simplesmente.Nu."), meninos e meninas de 9 a 12 anos questionam adultos sem roupa sobre variados temas, envolvendo questões sobre pênis, vagina, nádegas, autoconfiança e transgêneros.

A atração televisiva, uma parceria entre a Warner Bros e a emissora pública holandesa NTR, é transmitida aos domingos, às 19h20m, contou reportagem do site "Dutch Review".

Nas redes sociais a reação foi forte. "Nojento", "repulsivo" e "vulgar" foram adjetivos recorrentes nas críticas de internautas. Além disso, muitos afirmaram que o programa "incentiva a pedofilia".

Os adultos iniciam o programa de roupão. Depois, eles recebem autorização do apresentador, Edson da Graça, de 40 anos, para se despir. Em seguida, eles passam a responder às perguntas das crianças, algumas delas claramente combinadas com a produção. Os convidados variam a cada edição. Edson costuma alertar: "Não é certo mostrar suas partes nuas a outra pessoa, sem o consentimento dela, e nem o oposto, caso alguém lhe peça para se despir. Mesmo on-line."

"O objetivo é ensinar às crianças que cada corpo é diferente e que nem todos os corpos são perfeitos", disse o apresentador holandês, que também é comediante, ao "Guardian".

Um porta-voz da NTR garantiu que o programa foi produzido com muito cuidado:

"Durante o programa, houve discussões extensas com as crianças sobre o que iria acontecer e elas puderam indicar como se sentiram durante o programa."

Grande parte da atenção gerada pela atração está centrada nas crianças participantes. Todos os participantes menores de idade tiveram o consentimento dos pais, além de serem questionados se concordavam com o que iria acontecer. Para muitos, isso ainda não foi suficiente.

Do Extra.Globo
Publicada por F@F em 03.05.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.