Header Ads

Raniery defende mais proteção para crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração

Deputado estadual e vice-líder do governo na ALPB quer união de esforços a fim de proteger as crianças e adolescentes de toda forma de abuso e exploração

Deputado Raniery Paulino (Foto: Reprodução)
João Pessoa (PB) - Nesta terça (18), a sociedade brasileira  é chamada a atenção sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrando que essa é uma boa oportunidade para mobilizar a sociedade, denunciar casos e também orientar pais e responsáveis a tomar medidas que garantam a proteção das crianças e adolescentes.

Acompanhe-nos no Facebook antoniosantosfatoafato

Preocupado com proteção das crianças e adolescentes de toda forma de exploração, violência, crueldade e opressão, o deputado estadual Raniery Paulino (MDB), apresentou um Voto de Repúdio na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para qualquer tipo de violência ou exploração sexual contra crianças e adolescentes, conclamando os Poderes do Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário) e a sociedade civil, a unirem esforços a fim de proteger as crianças e adolescentes de toda forma de exploração, violência, crueldade e opressão, não somente em 18 de maio, Dia Nacional de Combate, mas em todos os dias do ano de 2021.

"Nós repudiamos todo e qualquer ato de violência ou exploração sexual contra crianças e adolescentes. Conclamamos os Poderes do Estado a adotar medidas que estabeleçam políticas permanentes com celeridade. Crianças e adolescentes são seres em desenvolvimento, cujo psiquismo e corpo estão em formação, devendo ser protegidos de qualquer forma de negligência, maus tratos, exploração, violência, opressão e crueldade", frisou Raniery.

O Brasil adotou a Doutrina da Proteção Integral, que engloba os princípios da prioridade absoluta, do melhor interesse da criança e o da condição especial de pessoa em desenvolvimento e encontra-se embasada no artigo 227 da Constituição Federal de 1988, e, nos artigos 1o e 3o do Estatuto da Criança e do Adolescente, em consonância com o princípio da dignidade da pessoa humana.

(Denuncie. Disque 100. Faça sua parte).

Do Acesso Político com Fato a Fato
Publicada em 18.05.2021

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.